Amarula
Nas planícies da savana Africana existe uma árvore não cultivada pelo homem - a Marula ou Sclerocarya Birrea - também conhecida por árvore dos elefantes. É o fruto desta árvore mística que nasce o Amarula Cream.
Depois de removida a pele e o caroço, o fruto é fermentado e destilado. A destilação é rápida por forma a conservar todos os aromas e sabores do fruto fresco, na segunda destilação todos os aromas se concentram. A nata fresca confere-lhe a riqueza aveludada e toda suavidade.
Envelhecido por 2 anos em pequenas barricas de carvalho incorpora lentamente todo o carácter e sabores conferidos pela madeira.